Total de visualizações de página

segunda-feira, 29 de março de 2010

só para você

queria tanto te contar que a família cresceu
que mudei de casa, de emprego e de amores
que continuo com aquelas manias estranhas
que não faço mais as refeições com tanta pressa como você reclamava
que superei o “toc” de conferir se tranquei a porta três vezes antes e sair de casa
que fico gelada toda vez que vejo uma pessoa de costas na paulista com o cabelo igual ao seu
que nunca sonho com você. uma pena.
que sinto falta dos nossos demorados cafés e risadas intermináveis
que ainda me lembro do cheiro do seu carro
que aquele dia não assumi, mas também tive a sensação de ter voado
que ainda me lembro do formato da sua mão
que sinto um arrepio quando sinto você por perto
que nem sempre o que eu dizia era o que realmente queria dizer
que me arrependo diariamente de não ter feito o melhor para ter a sua companhia por mais tempo
que agora separo as meias coloridas das brancas
que sei quando está perto porque o céu fica cor de baunilha
que não me recordo muito bem dos seus traços, mas nunca esquecerei a sua alma

5 comentários:

Marilia disse...

NA BOA........ chorei :')

lu lopes disse...

eu tbm, má. realidade crua dói.

Ana Lígia disse...

é Lu... queria tanto contar várias coisas... eu q nem sou chorona, chorei...

lu lopes disse...

vc que não é "chorona" ? kkkkkkkkkkkkk

brandão disse...

Dmax!! lindo. ;)